Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

 

  É verdade, somos, sim, todos aprendizes, mas ninguém é apenas aprendiz, pois todos sempre temos também algo a ensinar. 



publicado por Sou às 23:30
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

"Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também, o vosso coração" 

 

 

 



publicado por Sou às 23:00
Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Ei! Sorri... Mas não te escondas atrás desse sorriso...
Mostra aquilo que és,  sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Vive! Tenta! A vida não passa de uma tentativa.
Ei! Ama acima de tudo, ama a tudo e a todos.
Não feches os olhos para a sujeira do mundo, não ignores a fome!
Esquece a bomba, mas antes, faz algo para combatê-la, mesmo que te sinta incapaz.
Procura o que há de bom em tudo e em todos.
Não faças dos defeitos uma distância, e sim, uma aproximação.
Aceita! A vida, as pessoas, faz delas a tua razão de viver.
Entende! Entende as pessoas que pensam diferente de ti, não as reproves.
Ei! Olha... Olha à tua volta, quantos amigos...
Tu já tornaste alguém feliz hoje?
Ou fizeste alguém sofrer com o teu egoísmo?
Ei! Não corras. Para quê tanta pressa? Corre apenas para dentro de ti.
Sonha! Mas não prejudiques ninguém e não transformes o teu sonho em fuga.
Acredita! Espera! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chora! Luta! Faz aquilo que gostas, sente o que há dentro de ti.
Ei! Ouve... Escuta o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Sobe... faz dos obstáculos degraus para aquilo que tu achas supremo,
Mas não te esqueças daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei! Descobre! Descobre aquilo que há de bom dentro de ti.
Procura acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei! tu... não vás embora.
Eu preciso dizer-te que... te adoro, simplesmente porque tu existes.



publicado por Sou às 00:09
Quinta-feira, 24 de Julho de 2008

 

Numa sala de aulas de um colégio, estavam sentados vários meninos. Um deles perguntou à professora:

 

     - O que é o Amor?

 

     A professora percebeu que a pergunta era inteligente e merecia uma resposta à altura de sua importância. Como estava próximo o horário do recreio, solicitou aos meninos que circulassem pelo pátio da escola e trouxessem, após o intervalo, aquilo que encontrassem e que mais lhes despertassem o sentimento do Amor.

 

     Os garotos saíram, todos muito apressados, e encaminharam-se ao pátio em busca das suas prendas. Quando voltaram, a professora que já os aguardava, atrás da sua escrivaninha, disse-lhes:

 

     - Agora, quero que cada um mostre-me o que trouxe.

 

     O primeiro aluno disse:

 

     - Eu trouxe esta flor, não é linda?

 

     Seguiu-se o segundo:

 

     - Eu, trouxe esta mariposa. Veja o colorido de suas asas; vou colocá-la na minha colecção.

 

     O terceiro, muito eufórico, disse:

 

     - Já eu, trouxe este filhote de passarinho. Caiu do ninho, junto com um outro seu irmão; não é uma graça?

 

     E assim, um a um, todos os alunos, expuseram o que haviam recolhido no pátio.

 

     Entretanto, terminada a exposição, a professora notou que havia uma aluna que nada trouxera e que permanecera quieta por todo o tempo em que se desenvolveu a exposição. Estava envergonhada por não ter trazido nada.

 

     A professora dirigiu-se a ela e perguntou:

 

     - Muito bem, por que você não trouxe nada para a exposição?

 

     A meninha, muito timida, respondeu:

 

     - Desculpe-me, professora! Quando fomos para o recreio, com a sua sugestão de percorrermos o pátio, em busca de um objeto que pudesse exemplificar o tema, tive a oportunidade de: primeiro, ver a flor e sentir o seu perfume. Até cheguei a pensar em colhê-la, mas, preferi deixá-la para que o seu perfume pudesse exalar por mais tempo. A seguir, encontrei a mariposa, suave, colorida! Parecia tão feliz que não tive coragem para aprisioná-la e segui em frente. Então, deparei-me com o filhote de passarinho, caído entre as folhas da macieira. Decidi por recolhê-lo, porém, quando subi na árvore, lá estava a sua mãe. Notei que ela tinha um olhar triste, talvez por não ter conseguido resgatar os filhotes, que ainda necessitavam da sua protecção. Preferi devolvê-lo ao ninho. Quão feliz ficou a sua mãe!

 

     Diante dos factos, restou-me trazer comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da mariposa e a gratitude que senti nos olhos da mãe do filhote de passarinho.

 

     Como posso mostrar o que trago?

 

     A professora agradeceu à aluna e lhe deu a nota máxima, pois ela fora a única a perceber que só podemos trazer o AMOR no coração.

 

 

Da série: HISTÓRIAS, RELATOS E CONTOS



publicado por Sou às 00:15
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

by Rob Gonsalves

 

 


 

"A qualidade de amor que me dou, será a que darei ao meu próximo."

  

 

 Eliana Machado



publicado por Sou às 23:42
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

By Rob Gonsalves

 

Só se consegue amar os outros na medida em que nos amamos a nós próprios.



publicado por Sou às 22:05
Terça-feira, 22 de Julho de 2008

Rob Gonsalves

 

A ambição que vem do coração é pura. Não compete com ninguém, nem prejudica, está ao nosso serviço e serve os outros ao mesmo tempo.

 

O Cavaleiro da armadura enferrujada"

Robert Fisher

 



publicado por Sou às 21:55
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

 

 


 

 

 



publicado por Sou às 23:35
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

 

                                                    ........

 

 

A vida é uma oportunidade, aproveite-a...
A vida é beleza, admire-a...
A vida é felicidade, deguste-a...
A vida é um sonho, torne-o realidade...
A vida é um desafio, enfrente-o...
A vida é um dever, cumpra-o...
A vida é um jogo, jogue-o...
A vida é preciosa, cuide dela...
A vida é uma riqueza, conserve-a...
A vida é amor, goze-o...
A vida é um mistério, descubra-o...
A vida é promessa, cumpra-a...
A vida é tristeza, supere-a...
A vida é um hino, cante-o...
A vida é uma luta, aceite-a...
A vida é aventura, arrisque-a...
A vida é alegria, mereça-a...
A vida é vida, defenda-a...

 

 

 

 

Madre Teresa de Calcutá 

 

 



publicado por Sou às 22:20
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

Haverá algo mais belo do que ter alguém com quem possa falar de todas as suas coisas como se falasse consigo mesmo?

Marcus Tullius Cícero

 

O que é um amigo? Uma única alma habitando dois corpos

 

Aristóteles



publicado por Sou às 22:06
Segunda-feira, 21 de Julho de 2008

  

Creio nos anjos que andam pelo mundo,
Creio na Deusa com olhos de diamantes,
Creio em amores lunares com piano ao fundo,
Creio nas lendas, nas fadas, nos atlantes,

Creio num engenho que falta mais fecundo
De harmonizar as partes dissonantes,
Creio que tudo eterno num segundo,
Creio num céu futuro que houve dantes,

Creio nos deuses de um astral mais puro,
Na flor humilde que se encosta ao muro,
Creio na carne que enfeitiça o além,

Creio no incrível, nas coisas assombrosas,
Na ocupação do mundo pelas rosas,
Creio que o Amor tem asas de ouro.

 

  poema de  Natália Correia



publicado por Sou às 00:06
Domingo, 20 de Julho de 2008

 


" Tudo quanto queres que os outros façam para ti, fazei-o também para eles..."

Jesus



publicado por Sou às 00:16
Sábado, 19 de Julho de 2008

 

  

" De cinco maneiras um verdadeiro ser humano deve tratar os seus amigos e dependentes: com generosidade, cortesia, benevolência, dando o que deles espera receber e sendo tão fiel, quanto à sua própria palavra."

 Buda

 

 



publicado por Sou às 23:59
Sábado, 19 de Julho de 2008

" Considera o lucro do teu vizinho como o teu próprio, e o seu prejuízo também como se teu fosse"

Lao Tse-Taoismo



publicado por Sou às 23:45
Sábado, 19 de Julho de 2008

 

 

A regra áurea é comum a todos os credos, todas as religiões, a todas as sabedorias mais antigas, o que me faz pensar realmente que todas são apenas uma, derivam todas da mesma raíz, o que muda são os profetas, os sábios, os mensageiros, os deuses e semi deuses.

 

"Não faças aos outros aquilo que não queres que te façam"

 Confúncio

 



publicado por Sou às 23:44
Sábado, 19 de Julho de 2008

 

 




publicado por Sou às 23:42
Sábado, 19 de Julho de 2008

 

 

 

 Não há, não,
duas follhas iguais em toda a criação.

Ou nervura a menos, ou célula a mais,
não há, de certeza, duas folhas iguais.

Limbo todas têm,
que é próprio das folhas;
pecíolo algumas;
bainha nem todas.
Umas são fendidas,
crenadas, lobadas,
inteiras, partidas,
singelas, dobradas.
Outras acerosas,
redondas, agudas,
macias, viscosas,
fibrosas, carnudas.
Nas formas presentes,
nos actos distantes,
mesmo semelhantes
são sempre diferentes.

Umas vão e caem no charco cinzento,
e lançam apelos nas ondas que fazem;
outras vão e jazem
sem mais movimento.
Mas outras não jazem,
nem caem, nem gritam,
apenas volitam
nas dobras do vento.

É dessas que eu sou.



António Gedeão, Teatro do Mundo



 

 



publicado por Sou às 21:20
Sábado, 19 de Julho de 2008

 

 

"Nenhuma circunstância exterior substitui a experiência interna. E é só à luz dos acontecimentos internos que entendo a mim mesmo. São eles que constituem a singularidade de minha vida".

(C.G.Jung)

 



publicado por Sou às 14:46
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

 



Um pai levou o filho pequeno ao fundo de um vale, e disse-lhe: "Grita as palavras: Eu odeio-te!  De repente, o filho assustou-se a ouvir o som do eco: Eu odeio-te, odeio-te, odeio-te, ressoando ao seu redor.


Ele voltou-se para o filho e pediu: "Agora grita as palavras: Amo-te!  o mais alto que conseguires.
Ele gritou com todas as forças, e ouviu:  Amo-te, amo-te, amo-te, amo-te, ecoando ao seu redor.




publicado por Sou às 21:28
Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

 

Liberdade, essa palavra
Que o sonho humano alimenta
Que não há ninguém que explique
E ninguém que não entenda.

 

 Cecília Meireles



publicado por Sou às 20:16
Quinta-feira, 17 de Julho de 2008

 

 

 

"Os seres humanos e os vasos de terracota conhecem-se  do mesmo modo: os vasos, quando tocados, têm sons diferentes; os seres humanos  distinguem-se  facilmente pelo seu modo de falar."

 

Platão



publicado por Sou às 23:48
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

 

 

Um homem sussurrou: Deus fale comigo.
E um rouxinol começou a cantar
Mas o homem não ouviu.

 

Então o homem repetiu:
Deus fale comigo!
E um trovão ecoou nos céus
Mas o homem foi incapaz de ouvir.

 

 

 

O Homem olhou em volta e disse:
Deus deixe-me vê-lo
E uma estrela brilhou no céu
Mas o homem não a notou.

 

 

O homem começou a gritar:
Deus mostre-me um milagre
E uma criança nasceu
Mas o homem não sentiu o pulsar da vida.

 

Então o homem começou a chorar e a se desesperar:
Deus toque-me e deixe-me sentir que você está aqui comigo…
E uma borboleta pousou suavemente
Em seu ombro
O homem espantou a borboleta com a mão e desiludido
Continuou o seu caminho triste, sozinho e com medo.

 



publicado por Sou às 22:12
Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

 

 

"Se a abelha desaparecer da superfície do planeta, então ao homem restariam apenas quatro anos de vida.Com o fim das abelhas, acaba a polinização, acabam as plantas, acabam os animais, acaba o homem"

Einstein

 

 



publicado por Sou às 21:46
Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

  

 

crescer é  acolher tudo o que surge em nós, bom ou mau, bonito ou feio, sem preconceitos, bloqueios e sem nos censurarmos, por sentir essas emoções, descobriremos o contacto com o nosso espaço interior e com a nossa essência.

Observar as inquietudes que invadem o nosso espaço interior e acolher tudo o que é nosso, o que gostamos e o que não gostamos, é a via mestra para estarmos bem com nós próprios. É a partir do autoconhecimento que nos auto transformamos e aprendemos a gerir o nosso caráter.

Deixarmos a nossa essência  guiar-nos a desabrochar e a realizar o nosso caminho sem esforços e sem guerras interiores pela vida é o caminho para a felicidade. Dentro de nós próprios, no profundo há uma inteligência enorme, simples, natural que sabe sempre o que fazer e onde nos levar. Trata-se de não bloqueá-la, mas sim deixá-la fluir, para que nos indique o caminho.

 

 

 

  

 

retirado parcialmente de:  info@psico-online.net


publicado por Sou às 21:08
Segunda-feira, 14 de Julho de 2008

 

 

 

 

"Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o alguém da sua vida. Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você. O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!"

 Mário Quintana




publicado por Sou às 15:50
mais sobre mim
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15

23
26

27
28
29
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO