Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Os discípulos de um rabino, famoso por sua erudição e finura, perguntaram-lhe por que costumava falar, usando parábolas e textos para se comunicar. Indagaram-lhe porque o fazia, porque não usava as suas palavras.

Ele  respondeu que não sabia, mas meditou e respondeu:
-Eu posso explicar contando uma parábola sobre a própria Parábola.

"Um dia, a Verdade andava visitando os homens, sem roupas e sem adornos, tão nua como seu nome.

E todos que a viam, viravam-lhe as costas, de medo ou de vergonha, e ninguém lhe dava as boas vindas.

Assim, a Verdade percorria os confins da Terra, rejeitada e desprezada.

Uma tarde, muito desconsolada e triste, a Verdade encontrou a Parábola, que passeava alegremente, num traje muito belo e colorido.
- Verdade, por que estás tão abatida? - perguntou a Parábola.
- Porque sou tão velha e feia que os homens me evitam - replicou a Verdade.
- Que disparate - riu a Parábola.
- Não é por isso que os homens te evitam. Toma, veste uma de minhas roupas e vê o que acontece.

Então, a Verdade pôs uma das lindas vestes da Parábola e, de repente, por toda parte onde passava, era bem-vinda."

O rabino sorriu e concluiu:
- Pois a verdade é que os homens não gostam de encarar a Verdade nua...
Eles  preferem-na disfarçada.



 

 



publicado por Sou às 22:43
mais sobre mim
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13


25
29



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO