Quarta-feira, 03 de Fevereiro de 2010

 

 



publicado por Sou às 22:47

 

 Segundo o pensamento de Rosseau, o ser humano a princípio é possuidor de uma liberdade natural. Portanto desde os primórdios de sua existência, o ser humano gozava plenamente da sua liberdade. Com o surgimento da vida civilizada, o homem abandona esse estado de liberdade natural, e passa a viver segundo as normas sociais. Para Rousseau, isso ocorreu porque no início do processo civilizatório, todos os indivíduos “firmaram” uma espécie de contrato que, possibilitasse a estes viverem em sociedade. Por outro lado, Rousseau acreditava que ao firmarem esse contrato, os indivíduos tornaram-se escravos das leis existentes na sociedade.

Na sua obra “Do Contrato Social”, Rousseau faz uma dissertação pormenorizada sobre como se deu a formação da sociedade. Nesse trabalho ele contesta a crença muito comum naquela época, de que toda a estrutura social se dava de forma natural. Para Rousseau, não existia nada de natural na formação da sociedade e sim uma espécie de contrato táctico. Também segundo esse filósofo a existência de uma sociedade opressora só ocorre, porque os indivíduos que fazem parte dessa sociedade aceitam esse modelo, mas também se quiserem, “podem sacudir esse julgo agindo de forma diferente.”.



publicado por Sou às 22:23

 

 



publicado por Sou às 22:23
mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO