Quinta-feira, 07 de Agosto de 2008

 

(...)Tudo aquilo de que temos consciência é, em seu número infinito de formas, uma manifestação do Amor, seja um planeta ou um seixo, uma estrela ou uma gota de orvalho, o homem ou a mais elementar forma de vida... Deste modo, qualquer acção contra nós mesmos ou contra alguma outra pessoa afecta o todo..."

 

 

 

 Edward Bach nasceu em 24 de setembro de 1886, em Moseley, um vilarejo perto de Birmingham, Inglaterra. Com 17 anos alistou-se no Corpo de Cavalaria de Worcestershire, onde pode liberar mais seu amor pelos animais e passar algum tempo em contato com a natureza. Nesta época já não se conformava com os tratamentos paliativos que seus colegas trabalhadores recebiam e acreditava haver um meio de curar realmente, inclusive as doenças tidas como incuráveis. Com 20 anos entrou na Universidade de Birmingham. Finalizou os estudos com o treinamento prático no "University College Hospital" em Londres, em 1912. Além dos diplomas e títulos que obteve ao se formar, recebeu também os títulos de Bacteriologista e Patologista em 1913 e o diploma de Saúde Pública, em 1914.

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Edward_Bach

 



publicado por Sou às 18:01
Boa Noite, Linda
Admirar esta imagem já vale o post.
Eu diria: Deus Sabe o Que Faz.
Há coisas inevitáveis.
Deus criou cada criatura, seja animal, vegetal, humana, para o Seu propósito ou seja, para um determinado fim.
Uma abençoada noite para você,
Fique com Deus,
Beijos,

SuEli a 7 de Agosto de 2008 às 22:53

Olá Eli. Concordo, a natureza é demasiado perfeita para ser obra de um acaso, a não ser que o acaso seja a mão do criador.. Deus sabe o que faz, mas nós não sabemos. Um beijinho
Sou a 8 de Agosto de 2008 às 11:03

Como disse Jesus: "Pai perdai, eles não sabem o que fazem."
Mas se eles não tivessem feito o que fez nós, hoje, não estaríamos, aqui, percorrendo este caminho.
A história foi criada por Deus e tudo tem um propósito divino.
Reflita: Jesus, mesmo conhecendo a Lei de Deus, proibiu alguém de ser e fazer o que quis com Ele?
Em silêncio aceitou a Vontade do Pai e no final pediu o Perdão para Todos.
Tenham sempre Ele como referência.
Um grande beijo,
SuEli a 8 de Agosto de 2008 às 13:25

Perdão, "Pai, perdoai, Eles não sabem o que fazem."
SuEli a 8 de Agosto de 2008 às 13:26

mais sobre mim
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13


25
29



pesquisar neste blog
 
blogs SAPO