Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

 

  

"E então um homem disse, Fala-nos do Auto-conhecimento.
E ele respondeu, dizendo:

Os vossos corações conhecem em silêncio os segredos dos dias e das noites.
Mas os vossos ouvidos anseiam pelo som do conhecimento do vosso coração.


Vós sabeis por palavras aquilo que sempre soubestes em pensamento.

Tocais com a ponta dos dedos o corpo nu dos vossos sonhos.

E ainda bem que assim é.

A nascente oculta da vossa alma deve erguer-se e correr a murmurar para o mar, e o tesouro das vossas profundezas infinitas será revelado perante os vossos
olhos.

Mas que não haja medidas para pesar o vosso tesouro desconhecido;
E não procureis as profundezas do vosso conhecimento com limites.

Pois o ser em si não tem limites nem medidas.

Não digais "Encontrei a verdade", mas antes "Encontrei uma verdade."

Não digais "Encontrei o caminho para a alma", mas antes "Encontrei a alma a seguir o meu caminho''.

Pois a alma percorre todos os caminhos.

A alma não percorre uma linha, nem cresce como um caniço.

A alma desvenda-se a si própria como um lotus de incontáveis pétalas.


Por Kahlil Gibran em "O Profeta""

 



publicado por Sou às 21:30
Boa Noite, Linda

Vou tentar colocar com minhas palavras, por parte, pois Gibram poetizou e/ou profetizou, mas não alcançou a Verdade da mesma forma que eu alcancei.

"Mas que não haja medidas para pesar o vosso tesouro desconhecido;
E não procureis as profundezas do vosso conhecimento com limites."
(Na Entrega do caminho ao Senhor, não podemos colocar limites e ou reservas, pois assim estaríamos impedindo-O de nos curar e nos transformar em tudo que possamos alcançar e que a nossa mente comum não é nem capaz de imaginar.)
"Pois o ser em si não tem limites nem medidas."

Não digais "Encontrei a verdade", mas antes "Encontrei uma verdade."
(Neste caminho só pode haver uma Verdade que é:
NADA ACONTECE POR UM ACASO E TUDO COOPERA PARA O BEM DE CADA UM)

Não digais "Encontrei o caminho para a alma", mas antes "Encontrei a alma a seguir o meu caminho''.

Pois a alma percorre todos os caminhos.

A alma não percorre uma linha, nem cresce como um caniço.

A alma desvenda-se a si própria como um lotus de incontáveis pétalas.
(O caminho interior pode ser transcrito poeticamente de várias maneiras, mas corretamente é impossível ao homem descrevê-lo, pois são estados subtis que não existem palavras.)

Cada um viverá tudo àquilo que já está escrito nas estrelas e a cura e a transformação é pessoal, pois cada um tem coisas diferentes à viver.
Nunca se esquecendo que cada caso é um caso.

Uma abençoada noite para vocês,

Fiquem com Deus,

Beijos,
SuEli a 28 de Agosto de 2008 às 22:20

mais sobre mim
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13


25
29



pesquisar neste blog
 
blogs SAPO