Domingo, 31 de Agosto de 2008

 

 

Nós somos tão, tão frágeis, tão, tão descartáveis . Apesar de toda a ciência, de todo o progresso da medicina, de toda a tecnologia, de  todas as orações perante o universo somos tão descartáveis, a nossa esperança é sermos amados e protegidos por Deus, mas quem é Deus? Quem entra nos seus mistérios? A esperança para a dor de quem fica, já que estar morto ao que parece é não sentir mais dor, nem frio, nem calor, é entrar no nada humano, é entregue à Fé. Pela fé imaginamos que seguimos para outro mundo paralelo, não corpóreo, mas incorpóreo,... e esta é uma caminhada solitária, a fé é como imaginar, como sonhar acordado, é deixar o nosso cérebro  criar um lugar assim confortável, doce, abrigado, cheio de amor,  para aqueles que um dia estiveram entre nós e nos abraçaram, nos beijaram, nos arreliaram, nos aborreceram, nos magoaram, nos amaram, ... Não estou triste, há é coisas que me fazem sentir tão frágil como uma criança de colo e é nessas alturas que eu choro, o que querem dizer estas lágrimas que deito por alguém que nunca conheci? A dor dos outros também me penetra, como se outros não houvessem e fossemos apenas um.    
 Uma amiga minha, há um mês atrás, estava desesperançadada porque os médicos tinham dado ao irmão apenas três meses de vida. A esperança de reverter o quadro, de prolongar a vida por mais tempo, estava numa cirurgia  extremamente minuciosa e de grande risco. A cirurgia foi bem sucedida, o irmão da minha amiga teve uma boa recuperação pós operatória e  regressou a casa feliz, compreendendo que a vida era uma dádiva preciosa, planeou e prometeu a si próprio e à sua família, que iria viver de outra forma, os  bens supérfluos, a acumulação de coisas já não lhes interessava, a vida era o que mais de precioso possuia.  No entanto, os caprichosos "deuses" tinham outros planos para ele, após recuperar, exatamente trinta dias após a cirurgia, foi chamado e partiu para o céu dos profetas, aquele céu que só conseguimos aceder pela fé, pela imaginação, pelo sonhar acordado.
 
 
 

 


publicado por Sou às 19:25
mais sobre mim
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13


25
29



pesquisar neste blog
 
blogs SAPO